Polícia Ambiental de Bataguassu autua infrator por exploração ilegal de madeira

0
208
PMA/Divulgação

Policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bataguassu realizaram fiscalização nesta segunda-feira (27), no município e autuaram o proprietário de uma fazenda por exploração irregular de madeira e também por uso de motosserra ilegal.  O infrator, de 64 anos, derrubou com uso de máquinas pela raiz diversas árvores de variadas espécies na propriedade em desacordo com a autorização ambiental que possuía e com a motosserra sem documentação.

O proprietário rural, residente em Caarapó, possuía uma AA-E (Autorização Ambiental Eletrônica), que é retirada pelo portal do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) para explorar 11,13 m³ de madeira e havia derrubado árvores de espécies que não estavam autorizadas na licença e ainda em quantidade de 31,16 m³, ou seja, quase o triplo do autorizado.

Uma motosserra que estava sendo utilizada na exploração da madeira, na transformação das toras em pranchas, também não possuía o LPU (Documento de Porte e Uso), que é a licença ambiental para transporte e utilização deste tipo de máquina, o que se caracteriza como crime também. Toda a madeira e a motosserra foram apreendidas e as atividades foram interditadas.

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 10.348,00 pelas duas infrações. Ele também responderá por crime ambiental de uso de motosserra sem documento ambiental, com pena prevista de três meses a um ano de detenção e por exploração ilegal de madeira, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção.

Comentários