Museu Municipal “Helena Meirelles” é inaugurado em Bataguassu

0
461
Assecom Prefeitura de Bataguassu

Com festa, a Prefeitura de Bataguassu, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, por meio do Núcleo Municipal de Cultura inaugurou ontem, dia 10 de dezembro, o Museu Municipal.

O equipamento cultural possui objetos do período de fundação da cidade; imagens de São João Batista, padroeiro de Bataguassu; e de Nossa Senhora dos Navegantes, outra celebração religiosa ocorrida na cidade.

A galeria de ex-prefeitos que contribuíram com o desenvolvimento do município; peças indígenas de etnias que estiveram presentes na fundação de Bataguassu e um arquivo pessoal da instrumentista sul-mato-grossense “Helena Meirelles”, que viveu parte da sua vida no Distrito de Nova Porto XV, em Bataguassu, e que foi homenageada emprestando seu nome ao prédio público também fazem parte do acervo.

Durante a inauguração, a coordenadora do sistema de Museus da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Melly Fátima Goes Sena, no ato, representando a diretora-presidente da Fundação de Cultura, Mara Caseiro destacou a importância dos municípios buscarem recursos do Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul (FIC-MS) para realização de projetos como o do Museu de Bataguassu. “É uma grande vitória essa inauguração. Como representante da Fundação de Cultura, estamos sempre buscando novos projetos que visem esse apoio ao patrimônio histórico e cultural. Destaco ainda a importância do projeto de educação patrimonial que será desenvolvido em toda rede de ensino para fortalecer o resgate histórico com foco nos estudantes”.

A implantação do Museu Municipal “Helena Meirelles” é fruto de um convênio firmado entre Prefeitura e Governo do Estado, por meio do FIC-MS, Fundação de Cultura e Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania. Foram investidos por parte do Estado recursos na ordem de R$ 101.850 mil e contrapartida de R$ 5.420 mil por parte do município referentes a formatação do Museu (aquisição de mobiliários, contratação de profissional museólogo).
Outros R$ 352.942,08 mil em recursos próprios foram investidos pelo município para a reforma do imóvel histórico construído na década de 70 especialmente para utilização em ensino público.

A atual secretária municipal de Assistência Social, Trabalho e Política para Mulheres, Regina Duarte de Barros Dovale, ex-secretária municipal de Educação e Cultura, agradeceu o empenho da atual administração por não ter medido esforços para dar sequência ao projeto que havia sido iniciado em administrações anteriores. “Sem o esforço e apoio de várias pessoas e comprometimento da atual gestão com nosso município, esse projeto não teria sido concretizado”, revelou.

Regina agradeceu a presença de todos, em especial, das famílias pioneiras que estiveram celebrando a inauguração do Museu. “Sem dúvida, agora teremos um espaço para relembrar a nossa história, um espaço onde as nossas memórias ficarão registradas”.
O vereador Dennis Thomazini comentou que Bataguassu vive um momento ímpar e lembrou da importância das famílias pioneiras que tanto trabalharam e contribuíram para o desenvolvimento de Bataguassu.

Em seu pronunciamento, o prefeito Pedro Arlei Caravina (PSDB) enfatizou a emoção de poder inaugurar uma obra tão importante e disse que o objetivo principal da implantação do Museu é promover a preservação e o resgate histórico. “A ideia é deixar para a população um espaço para estudos, com um acervo amplo de informações sobre o município e de conhecimento com a vinda de exposições diversas”.

Caravina ressaltou a importância do apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura, que através de recursos do FIC permitiu a implantação do museu no município.
Participaram da inauguração, autoridades municipais, famílias pioneiras e representantes de órgãos públicos e entidades representativas. Foram realizadas durante o evento apresentações culturais de grupos de dança coordenados pelo Centro Cultural além de apresentações da Banda Musical “Ambrosio Lemes”. Houve ainda uma homenagem aos ex-prefeitos bem como aos filhos de Helena Meirelles, Francisco e Joaquim, que estiveram presentes na solenidade com demais familiares da instrumentista.

Esculturas
Na área externa do Museu Municipal “Helena Meirelles” constam esculturas que retratam peculiaridades de Bataguassu e da região caracterizada pelo cerrado.

Um pássaro tuiuiú, uma garça, cupinzeiros assim como um tamanduá-bandeira fazem parte da coletânea de peças confeccionadas pelo artista plástico Cleir Ávila.

No local, que contará com exposições permanentes e temporárias; estudos, pesquisas além de oficinas que compõem um projeto de educação patrimonial voltado para as escolas locais, pode ser observado ainda um carro de boi remetendo aos tropeiros que pela cidade passaram no decorrer da fundação de Bataguassu.

Serviço
O Museu Municipal “Helena Meirelles” funciona de terça aos sábados, das 9 às 12 horas; e das 14 às 17 horas (horário de Brasília) e fica localizado na rua Ribas do Rio Pardo, 376, próximo ao Fórum.

Comentários