Mulher perde mais de 82 Mil Reais em golpe, em Brasilândia

0
316
Divulgação

Uma mulher de 64 anos residente em Brasilândia, procurou a Delegacia de Policia Civil após ser vítima de estelionatários e depositar mais de 80 Mil Reais em dinheiro na conta dos estelionatários.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher teria adicionado através do Facebook uma pessoa no mês de Janeiro, onde desde então manteve um contato constante, já em meados de Março o golpista disse a vítima que teria realizado um viagem a Espanha e visto muitas coisas bonitas, entre elas um par de sapatos que havia adquirido e enviaria de presente, além de uma quantia em dinheiro, no qual era pra uso da vítima. Além disso, ele teria dito que iria mandar um pacote com dinheiro, no qual era pra vítima guardar para ele.

Posteriormente a vítima recebeu uma ligação telefônica, no qual do outro lado uma pessoa afirmou ser da Receita Federal e que havia identificado o pacote de dinheiro no scanner, sendo que para o valor não ser apreendido ela deveria pagar uma multa e caso pagasse, todo o valor seria apreendido.

Para não ter o valor apreendido, a multa poderia ser paga através de uma transferência para uma conta bancária, já em uma nova ligação o golpista teria novamente solicitado que a vítima realizasse uma nova transferência, no qual esta seria para o pagamento de seguro do pacote, já em uma nova ligação os golpistas solicitaram mais dinheiro, vindo a vitima afirmar que não teria mais valor em conta e que só teria o respectivo dinheiro nesta segunda-feira (21), vindo então confidenciar o fato a familiares e o golpe sendo descoberto.

Segundo o boletim de ocorrência, cerca de pouco mais de 82 Mil Reais foram transferidos para duas contas do Banco do Bradesco, em nome de duas mulheres.

O caso foi registrado na Delegacia de Policia Civil de Brasilândia, onde o caso segue sendo investigado.

A policia alerta para que em tipos de casos onde supostos telefonemas exijam dinheiro ou no qual se intitulam como representantes de órgãos governamentais e solicitem depósitos bancários com qualquer quantia, para que não realizem e entre em contato com a policia.

Comentários