13 julho, 2020, 05:09
Inicio Notícias Top Bataguassu Em supervisão as ações de combate à Dengue, representantes do Núcleo Estadual...

Em supervisão as ações de combate à Dengue, representantes do Núcleo Estadual de Controle de Vetores visitam Bataguassu

0
426
Cedidas

Na última semana, a secretária municipal de Saúde, Maria Angélica Benetasso e a coordenadora municipal de Vigilância em Saúde, Paula Romão Dias receberam a visita dos representantes do Núcleo Estadual de Controle de Vetores Ademir Ramos de Lima e Nivaldo Gonçalves dos Reis. O setor, que fica em Três Lagoas é ligado à Superintendência Geral de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde.

Segundo Paula, a vinda teve como objetivo supervisionar o trabalho dos Agentes de Endemias realizado em combate à dengue no município, em especial, as ações de aplicação de inseticida através da máquina “Leco” (fumacê) e prestar suporte técnico aos profissionais de saúde.

Aproveitando a oportunidade, segundo a coordenadora, foram realizadas visitas residenciais na área do Reassentamento Santa Paula (popular Casulo) e em outras áreas rurais que tem sido alvo de denúncias quanto a incidência de focos da doença.

Paula comentou que durante as vistorias, foram localizados ferros e pneus velhos em desuso além de outros tipos de materiais que podem se tornar possíveis criadouros do mosquito. Os moradores foram orientados, por sua vez, a respeito do descarte correto desses materiais bem como da prevenção e cuidados contra a doença.

Ela salientou que desde o início do ano estão sendo desenvolvidas ações contínuas em combate ao Aedes Aegypti com os mutirões de limpeza e agora a aplicação de inseticida com o uso do “fumacê”.

Porém, é imprescindível, de acordo com a coordenadora, que a população faça a sua parte. “A melhor forma de se evitar o vetor é combatendo os locais propícios para sua criação. Por isso, pedimos mais uma vez a colaboração dos moradores para que fiquem atentos aos seus quintais, observem a limpeza de caixas d’água e redobrem os cuidados básicos para evitarmos uma epidemia de dengue. O trabalho contínuo necessita da ajuda de todos”, frisou.

ORIENTAÇÕES EM COMBATE AO AEDES

A coordenadora destaca que entre as orientações em combate ao Aedes Aegypti é importante não permitir o acúmulo de água em latas, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d` água, tambores, sacos plásticos, lixeiras, ambientes estes propícios para a proliferação do mosquito.

Paula reforça que a qualquer sintoma, como febre alta, dores de cabeça e no corpo; vômito e diarreia, é necessário que o paciente procure atendimento médico.

Comentários
1
Olá 👋, podemos te ajudar em algo? 🤩
Powered by