Detran dá dicas para evitar problemas na estrada

0
343
Divulgação

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) divulgou uma lista de recomendações e dicas para evitar que os contratempos estraguem a viagem de fim de ano. Confira a seguir as orientações:

1-Equipamentos obrigatórios

Conduzir o veículo sem qualquer um dos equipamentos obrigatórios, sendo eles ineficientes, inoperantes ou fora das especificações estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), ou ainda com acessórios proibidos é infração grave, com multa de R$ 195,23, retenção do automóvel para regularização e inserção de cinco pontos na habilitação do proprietário do veículo.

2-Documentos

É obrigatório portar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) original, dentro do prazo de validade ou vencida, no máximo, há 30 dias. Os motoristas devem apresentar o documento impresso ou em formato digitalizado, via smartphone.

Dirigir com a habilitação vencida há mais de 30 dias é infração gravíssima, passível de multa de R$ 293,47 e sete pontos na carteira. O motorista com a habilitação válida, mas que não esteja com carteira em mãos no momento da fiscalização, recebe multa de R$ 88,38 e três pontos na carteira no prontuário e terá o veículo retido até a apresentação de outro condutor devidamente habilitado, conforme o artigo 232 do CTB.

Quem estiver conduzindo um veículo com o licenciamento vencido estará sujeitos à multa de R$ 293,47, inserção de sete pontos na habilitação, além da apreensão e remoção do veículo.

3-Com carga

A legislação de trânsito permite o transporte de cargas em bagageiros ou presas a suportes apropriados afixados na parte superior ou traseira externa da carroceria. Para quem deseja levar pranchas ou bicicletas na viagem, é necessário atentar-se às medidas dos objetos, que não podem ultrapassar a largura e o comprimento do veículo.

4-Lembre-se do farol

O uso do farol baixo durante o dia nas rodovias é obrigatório para todos os veículos. As infrações sobre o uso incorreto do sistema de iluminação são fiscalizadas e multadas pelos órgãos de trânsito rodoviários e municipais, vinculados às prefeituras.

5-Sem bebida e direção

Caso o teste do bafômetro seja positivo para ingestão de álcool, o motorista recebe multa no valor de R$ 2.934,70 e responde a processo administrativo junto ao Detran para suspensão do direito de dirigir por 12 meses

Comentários